sexta-feira, 29 de março de 2013

Espairecer...

Hoje  eu só queria pensar em você...
Lembrar de tudo que tivemos, do nosso primeiro encontro, do nosso primeiro beijo, do nosso primeiro riso.
Ahh meu coração repousa num descanso profundo, e hoje eu só quero espairecer pensando em todos momentos que tivemos. Sabe acordar e saber que não nos pertencemos mais é inacreditável, não consigo aceitar. Sinto como se a gente tivesse dado um tempo para a gente, mas que já esta acabando e as coisas vão voltar a ser como era ou muito melhor...  Eu não sei se escrever sore você me deixa mais forte ou mais fraca, mas eu escrevo pois escrever e relembrar são  duas coisas que são minhas, nossas e que ninguém pode tirar de mim... Você ainda esta tão vivo dentro de mim, apesar de ter morrido a tanto tempo.

Soneto de Fidelidade- Vinicius de Moares.


De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.



Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento



E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama



Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama

Mas que seja infinito enquanto dure. 



1 comentários:

  1. Ai que lindo *--* Ameeei.Beijos,Thay.

    saiudoarmariio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

 
Vivendo Inconstante © Cyan Driad adaptado e modificado por 187 tons de frio.